Pare de Escolher



Você já percebeu o quanto é cada vez mais difícil fazer escolhas hoje em dia?


O tempo passa correndo e cada vez mais ficamos angustiados com o excesso de coisas que temos que escolher. Antigamente, era pensar em um almoço e saber que teríamos arroz, feijão e mais alguma coisa… Atualmente, temos o risoto, a pasta, a carne… isso quando não falamos da proteína, carboidratos e coisas mais… é redução disto, é confitado daquilo e cada vez mais o nosso cardápio gastronômico nos deixa alucinados em saber o que é melhor.


Vivemos em um mundo em que assistir uma simples televisão no final de noite é uma verdadeira maratona para descobrir o que é melhor e aquilo que não podemos perder. Quem já não passou horas escolhendo aquilo que iria assistir zapeando em vários canais ou nas incansáveis séries do Netflix? Às vezes, penso que cada vez mais devem ser melhoradas as capas dos filmes, afinal já tive várias noites que na tentativa de escolha, foi a única coisa que eu vi.


O tempo não diminui, mas foram as escolhas que aumentaram… Me lembro de uma vez ter ido a Bienal do Livro e ter saído meio deprê. Eu amo ler, então imagine a angústia de pensar que não conseguiria desfrutar de tudo aquilo que estava sendo proposto a mim, nos vários estandes do evento. É loucura viver num mundo com tanto a escolher.


Se hoje vemos um mundo sofrer com a ansiedade e o medo, regado de doenças que anteriormente pouco falávamos, exemplo do Alzheimer e da depressão, é por excesso de decisões que devemos tomar. Não relaxamos com facilidade, as pessoas vivem tensas e toda hora é normal ocorrer a dúvida: será que eu tomei a decisão certa?


É assim, ficamos inseguros com as nossas escolhas e nos tornamos superficiais em nossas decisões. Temos medo de errar e até de que o outro esteja escolhendo melhor do que nós.


Em tudo ficou assim, vemos profissionais passando de uma empresa a outra, nunca se dedicando plenamente, sempre em busca da posição e salário melhor. Temos dezenas de aplicativos que futilizam as relações e servem altos cardápios de pessoas para escolha… esta sim, esta não… talvez esta…


Como está difícil ser sério num mundo que se tornou um excesso!


Está na hora de vermos uma nova forma de definir aquilo que desejamos, sem ter medo de estarmos perdendo algo melhor. É olhar para dentro, ouvir a voz do coração e saber que quanto mais você viver fora de você, apenas procurando a satisfação do lado externo, mais e mais frustrações você irá se deparar.


Pare agora, sinta a voz do Divino que habita em você e saiba que assim a ansiedade, o medo e angústia irão embora, porque você achou a verdadeira resposta que a Luz e Amor de sua

Alma.


Um beijo em seu coração,


Luz e Amor, Daniel Atalla